Logotipo | Garagem de Bolso
Garagem de Bolso Notícias Automotivas
Vale a pena comprar um Chevrolet Prisma segunda geração?
Vale a pena comprar um Chevrolet Prisma segunda geração?

Vale a pena comprar um Chevrolet Prisma segunda geração?

por Alfeu Barreto

Tem gente que busca um carro que ofereça custo e benefício, sem abrir mão de conforto e espaço... Seria pedir demais?

Não para o Chvrolet Onix que busca atrair esse tipo de público, no embalo do sucesso do Chevrolet Onix.

É fato que a primeira geração do Chevrolet Prisma não agradou tanto, embora, particularmente não o achava tão feio assim como um grande número de pessoas acha, me agradava em especial os modelos com lanternas mais arredondadas, você se lembra?

A Chevrolet entendeu que era hora de dar aquele tapa no visual do Prisma e manter o carro na linha de produção, e a estratégia deu certo.

A versão do Chevrolet Prisma 1.0 usa o mesmo motor do Celta, porém, um pouco mais potente, mas o suficiente para encarar os desafios urbanos e viagens sem maiores dificuldades, tudo isso a bordo de um motor com 78 cavalos abastecido a gasolina e 80 cavalos abastecido a álcool.

Tudo bem, não é nenhum esportivo, mas por se tratar de um motor novo está muito bom.
Um dos segredos do conjunto do Chevrolet Prisma é o seu peso, ele é apenas doze quilos mais pesado que o Chevrolet Onix, compacto do qual ele foi derivado.

Outro ponto bastante positivo do Chevrolet Prisma é o seu câmbio manual de cinco velocidades, as marchas são curtas e permite um trabalho mais solto, o que faz o carro ter uma boa resposta em acelerações e retomadas de velocidade. Mas se quiser manter a economia do posto de gasolina em dia, é melhor pegar leve.

Apesar de não ser referência no quesito consumo o Chevrolet Prisma passa de ano, raspando, mas passa.
O consumo médio na gasolina é de 11,8 km/l e no álcool 8,3 km/l.

Alguns detalhes no visual do Chevrolet Prisma agradaram muito como: faróis com máscara negra, molduras de proteção nas portas na cor do carro, coluna central das portas em preto, faróis de neblina, rodas aro 15 de liga leve e aerofólio traseiro.

Todos estes itens na versão advantage com motor 1.0.

Por dentro, o Chevrolet Prisma também agrada com porta-objetos e consoles emborrachados, vidros e travas elétricas, volante multifuncional revestido em couro e sistema multimídia Mylink (grande sucesso nos carros da Chevrolet).

O Chevrolet Prisma também conta com um excelente porta-malas com 500 litros de espaço, e leva cinco adultos tranquilamente, com um único porém, para quem vai no meio do banco de traseiro, terá de ser o menor da família, ou vai passar aperto.

Calma, antes que você saia correndo para comprar o seu novo Chevrolet Prisma, vale antes atentar-se que ele não possui computador de bordo, assim como o sistema de estabilidade o que o torna meio arisco em algumas curvas, no mais, ele é uma excelente pedida e justifica o seu grande sucesso em vendas no último mês.

Confira a seguir o preço de cada versão do novo Prisma 2018:

Prisma 1.0 SPE/4 Eco Joy R$ 42.990,00;
Prisma 1.4 SPE/4 Eco LT R$ 53.690,00;
Prisma 1.4 SPE/4 Eco LTZ R$ 58.690,00;
Prisma 1.4 SPE/4 Eco LT automático R$ 58.990,00;
Prisma 1.4 SPE/4 Eco LTZ automático R$ 64.690,00.

Itens de série:

Direção elétrica progressiva;
Sistema OnStar;
Ar-condicionado;
Vidros dianteiros elétricos;
Rodas aro 14 com calotas;
Freios ABS;
Airbag duplo frontal;
Velocímetro Digital;
Função ECO;
Alerta de mudança de marcha;
Cinto de segurança com regulagem de altura;
Câmera de ré;
Computador de bordo com 5(cinco) funções.