Logotipo | Garagem de Bolso
Garagem de Bolso Notícias Automotivas
Lombadas eletrônicas estão com os dias contados, segundo Jair Bolsonaro
Lombadas eletrônicas estão com os dias contados, segundo Jair Bolsonaro

Lombadas eletrônicas estão com os dias contados, segundo Jair Bolsonaro

por Emerson Lemes Santos


Outra medida estudada pelo governo Jair Bolsonaro é a utilização do drogômetro, um aparelho similar ao bafômetro que seria capaz de identificar motoristas sob efeito de drogas entorpecentes, como maconha, cocaína, ecstasy, anfetamina, entre outros. - Foto: Google/Divulgação.

Que motorista brasileiro nunca recebeu uma notificação de multa?
A partir daí, inicia-se um prazo entre 15 e 30 dias para a apresentação da defesa, caso ela não seja apresentada, o felizardo motorista receberá uma notificação de penalidade, a partir daí, terá 30 dias para entrar com o primeiro recurso.

Caso o recurso também não seja apresentado, a autoridade de trânsito aplicará a penalidade correspondente, nos termos desta Resolução.

Na última quinta-feira (07), o presidente Jair Bolsonaro, através de uma live realizada em sua conta no Youtube, afirmou que pretende extinguir as lombadas eletrônicas no país.

As lombadas eletrônicas registram abusos dos limites de velocidades estabelecidos pelas estradas, com a intenção de inibir os apressadinhos e arrecadar dinheiro aos cofres públicos.

Jair Bolsonaro também afirmou que, as concessionárias descobriram que as lombadas eletrônicas dão mais lucro do que o próprio pedágio.

O presidente da República, também sugere que parte do dinheiro arrecadado com multas em rodovias pedagiadas deve ser utilizada na manutenção da via.

Essa não foi a primeira vez que Jair Bolsonaro anunciou medidas de mudança para o sistema de trânsito brasileiro, ainda em 2018, deu sinal verde para a extensão da validade da Carteira Nacional de Habilitação de 5 para 10 anos.

Em pouco mais de dois meses de trabalho, entre polêmicas, acertos e erros - o atual governo já deixou uma certeza no ar: o sistema de trânsito brasileiro não será mais o mesmo!