Logotipo | Garagem de Bolso
Garagem de Bolso Notícias Automotivas
Embalada pelo sucesso do C4 Cactus, Citroën prevê aumento de 50% nas vendas
Embalada pelo sucesso do C4 Cactus, Citroën prevê aumento de 50% nas vendas

Embalada pelo sucesso do C4 Cactus, Citroën prevê aumento de 50% nas vendas

por Emerson Lemes Santos

Lançado há pouco menos de um ano, o SUV C4 Cactus já representa quase 60% das vendas da marca no país

A Citroën fechou o ano de 2018 com apenas 0,82% de participação de mercado, foram 20,3 mil veículos emplacados, a estimativa é elevar as vendas em 50% este ano.


Citroën C4 Cactus (Foto: Divulgação)

Ano novo, vida nova

Somente nos cinco primeiros meses de 2019, a Citroën já emplacou 11,6 mil carros no País, registrando o expressivo aumento de 46% sobre o mesmo período do ano passado.

A Citroën também anunciou o lançamento de um veículo completamente novo por ano a partir de 2020 até 2023, prezando pela inovação, marca registrada da montadora que sempre apostou forte em tecnologia, antecipando tendências que se tornariam comuns aos concorrentes apenas alguns anos depois - como direção elétrica, retrovisores elétricos, vidros elétricos nas quatro portas, entre outros.


Ana Theresa Borsari, presidente da PSA do Brasil (Foto: Divulgação)

“O Brasil é grande e temos baixa participação porque temos baixa exposição no Centro-Norte do País. Se considerar só o Sudeste, temos participação muito maior, chega a 4%, porque há mais concessionárias concentradas na região”


Explica Ana Theresa. Ela calcula em 190 o número total de lojas Citroën até 2022, com foco no Nordeste, Centro-Oeste e Norte. A marca já foi bem maior no País, teve 170 concessionárias, mas com a baixa do mercado e no processo de reestruturação para melhorar o atendimento muitas fecharam – a começar pelo Grupo SHC do empresário Sergio Habib, que foi o primeiro importador e maior concessionário da Citroën no Brasil, chegou a ser presidente da empresa, mas em 2018 decidiu romper a relação de 28 anos.



Em comemoração aos 100 anos de História, C3, Aircross, C4 Cactus e C4 Lounge somam 550 unidades limitadas, que ganham visual e acabamento exclusivos.

A Citroën espera aumentar sua popularidade no Brasil e se aproximar do cliente que não se vê dirigindo um carro da marca, ainda impactado com a imagem negativa criada nos últimos anos.