Logotipo | Garagem de Bolso
Garagem de Bolso Notícias Automotivas
Você realmente precisa de um carro novo agora?
Você realmente precisa de um carro novo agora?

Você realmente precisa de um carro novo agora?

por Alfeu Barreto

Se você está pensando em comprar um carro nas próximas semanas, pode se preocupar com o mercado e seu impacto nos valores dos carros.

O impacto da pandemia do COVID-19 nos registros de carros novos já é forte, já que concessionários e centros de registro fecharam. No momento, a maioria dos revendedores franqueados e independentes estão pelo menos parcialmente fechados. Sendo dividido as operações do revendedor entre "essencial" (peças e reparo) e "não essencial" (vendas).

Além disso, a crise resultou em perda de ganhos e desemprego para muitos potenciais compradores de carros, reduzindo seu poder de compra e uma queda na confiança do consumidor.

Buscando atrair os potenciais compradores, nesse período muitas concessionárias e revendedoras investiram em vantagens, como prazo de até 12 meses para pagar a primeira parcela, financiamento sem IOF (imposto sobre operação financeira), provocando redução de taxas e parcelas, bônus no valor do veículo, revisões grátis na compra de 0km, dentre outros benefícios que despertem a atenção e o desejo do consumidor.

Porém, se ilude quem acredita que esse cenário de economia e de vantagens perdurará, pois, apesar do mercado ter diminuído com a crise da pandemia do Coronavírus, que paralisou a produção de carros, reduzindo os níveis de estoque, a significativa alta do dólar, que fechou cotado a R$ 5,88, na terça-feira, 12, vem forçando as montadoras a reajustarem os preços dos veículos para cobrir suas despesas com importações de insumos.

Segundo a revista Veja, a Volkswagen afirma que não há muito que fazer senão a repassar a variação para seus veículos. “O impacto da oscilação cambial vem obrigando a empresa a repassar parte dos custos para o preço final dos veículos”.

O presidente da GM - General Motors, disse em entrevista a Veja que “É apenas o começo, se a moeda permanecer nesses níveis sem precedentes, e acreditamos que irá continuar nesses níveis, nós continuaremos aumentando os preços significativamente, mesmo em um mercado menor”.

Diante desse cenário, comprar um carro ainda é uma decisão financeira importante, assim como sua diligência antes de saltar para o que parece ser um negócio fantástico. Assim, antes de prosseguir com uma compra, faça a si mesmo estas perguntas importantes:

  1. Você realmente precisa de um carro novo agora? Afinal, embora possa parecer um momento ideal para comprar um carro do ponto de vista financeiro, ainda é uma compra importante que pode não ser muito útil imediatamente, diante do cenário atual.
  2. Você estava pensando em comprar antes que os revendedores liberassem essas novas ofertas? Lembre-se de que os revendedores podem estar fazendo ofertas atraentes para levá-lo a uma decisão que você pode não ter tomado de outra maneira. Se você ainda não estava pensando em comprar um carro, talvez não seja uma compra que se encaixe na sua vida agora.

Por fim, antes de se comprometer com a compra de um carro novo, considere sua situação financeira, especialmente durante um período tão volátil para a economia. Desse jeito, antes de concluir a compra, leia as letras pequenas e considere suas finanças gerais.

Fonte: https://veja.abril.com.br/

Acesse também: www.providencial.com.br e saiba tudo sobre seguros.